Um projeto de lei chegou para mudar a cara da cidade do Recife para a melhor: o PL130/2018, uma iniciativa conjunta dos vereadores Eriberto Rafael, Rinaldo Junior e Rodrigo Coutinho, que proíbe o uso de canudos de plástico - um dos principais materiais poluentes dos oceanos - em Recife! Precisamos da tua força para transformar a Veneza Brasileira na primeira cidade do norte e nordeste a proibir os canudinhos de plástico: Envie sua mensagem agora e seja decisivo para que o projeto seja aprovado na Câmara dos Vereadores!








Vamos acabar com os canudos de plástico no Recife!

Who will you press? (33 targets)
pessoas lutando pelo fim dos canudinhos de plástico
O Recife pode ser a primeira cidade do Norte/Nordeste a dar um belo exemplo na defesa do meio ambiente. Está em tramitação na Comissão de Legislação e Justiça (CLJ), um projeto do vereador Eriberto Rafael (PTC), que proíbe a comercialização de canudos de plástico no Rio. Em seu lugar, os estabelecimentos comerciais devem disponibilizar canudos de papel biodegradável ou reutilizável, embalados em material ecológico.

Diversas regiões do mundo e do Brasil, como o Rio de Janeiro que se tornou a primeira cidade do país, a extinguir o uso de canudos de plásticos, já entraram nessa luta. Não podemos deixar o Recife ficar para trás. Uma cidade tão bonita e repleta de belezas naturais não pode perder uma batalha para um material que, apesar de pequeno, é extremamente nocivo para a natureza, para os animais e para a população. Calcula-se que um simples canudo leve mais de 100 anos para se decompor, e isso sem falar nos plásticos de maneira geral, que representam mais de 90% dos lixos encontrados nos oceanos.

A proposta do vereador Eriberto Rafael já pode ser analisada pela Comissão de Legislação e Justiça. Porém, antes de pressionarmos todos os vereadores da Casa pela sua aprovação, precisamos pedir aos vereadores que compõem a CLJ para aprovar o Projeto de Lei e liberá-lo para as outras comissões avaliarem. Vamos enviar milhares de mensagens de apoio aos Aerto Luna (PRP), Wanderson Florêncio (PSC), Almir Fernando (PC do B) e Marília Arraes (PT) para mostrar que a população quer que o projeto seja votado o mais rápido nas comissões e siga para plenário o mais rápido possível!

Preencha o formulário ao lado para enviar sua mensagem de apoio!



Recife, a cidade que é conhecida pelas suas belas paisagens naturais, banhada pelas praias e rodeada pelo manguezal. Não é à toa que o município carrega consigo a fama de ser “a Veneza brasileira”, mas sua exuberância natural corre sérios riscos de se transformar para sempre em um depósito de lixo flutuante. Ao andar pela rua da Aurora, podemos observar o Rio Capibaribe poluído. Além daquele cheiro horrível que a gente sente, vemos os caranguejos e outros animais que vivem ali, disputando lugar com diferentes objetos, principalmente resíduos de plásticos. Não é a visão que a Prefeitura vende por aí quando diz que somos "a capital do Nordeste", mas é a visão que temos todos os dias.

Estima-se que os canudos representem 4% do lixo mundial. Infelizmente não contamos com um vasto material que levante dados sobre o uso de canudos no Brasil, mas em países como os Estados Unidos, por exemplo, são usados meio bilhão de canudos por dia. Com essa quantidade, seria possível empilhar canudos a ponto de darmos duas voltas e meia no planeta em um período de 24 horas! Essa não é a cidade que a gente quer: o projeto #RecifeSemPlástico começa pela redução drástica do consumo de canudinhos. Bora com a gente salvar a nossa Manguetown!

"Ô Chico, porque se vê tanto plástico?"


Cientes da importância deste assunto, a redução no uso de plásticos vem ganhando cada vez mais espaço nas agendas políticas. Recentemente, o Rio de Janeiro se tornou a primeira cidade brasileira, a extinguir o uso de canudos. Atualmente, mais de dez países ao redor do mundo já aprovaram projetos de leis que combatem o uso de plásticos. Índia, Bélgica e Noruega são alguns dos exemplos, além dos latino-americanos Uruguai, Costa Rica e Panamá.

No dia 28 de maio, a União Europeia se posicionou favoravelmente ao fim da fabricação de copos, canudos e embalagens plásticas. A França, por exemplo, aprovou, em julho de 2017, uma lei que proibirá a venda de talheres, copos e plásticos descartáveis que não sejam biodegradáveis até o ano de 2020. Aqui em Recife, podemos mudar o rumo dessa história através do PL130/2018. 
E o que tamos esperando pra trazer isso pra cá?

AGORA É A VEZ DE RECIFE!





FALE COM A GENTE!

Facebook . Twitter . Instagram​

contato@meurecife.org.br
(081) 9 8119.6875



POR QUE O MEU RECIFE ENTROU NESSA?

O Meu Recife acredita na importância da sustentabilidade como elemento estruturante para um projeto de cidade mais saudável e agradável, que possa potencializar nossa qualidade de vida. Uma cidade que dê mais importância para a ecologia é uma cidade que cuida melhor do nosso futuro: essa é a Recife que queremos!
Vem com a gente nessa você também :)